Vereadores aderem a mobilização em favor dos Servidores Estaduais.

por Gilmar Ayres Silveira Nunes publicado 22/11/2019 07h55, última modificação 22/11/2019 10h01
Grupo de professoras e integrantes do CPERS/Sindicato de Livramento estiveram no Poder Legislativo Santanense em busca de apoio e convidaram os parlamentares a acompanhar a caminhada unificada de servidores estaduais que será realizada aqui na cidade.
Vereadores aderem a mobilização em favor dos Servidores Estaduais.

Vereador Maurício com grupo de professores

O Presidente do Legislativo santanense, vereador Mauricio “Galo” Del Fabro recebeu nesta manhã de terça-feira (21), um grupo de professoras e integrantes do CPERS/Sindicato de Livramento, que também visitaram os gabinetes dos vereadores, manifestando contrariedade ao pacote de medidas do governo de Eduardo Leite.

As professoras também convidaram os parlamentares a acompanhar na caminhada unificada, dos servidores do executivo estadual e comunidade em geral, contra o pacote proposto pelo Governador, que será realizada amanhã às 14h, com saída na Praça General Osório.
Para Galo Del Fabro, é de extrema importância que a classe dos professores se manifeste contra as medidas sugeridas à categoria e afirmou seu apoio à greve que está sendo feita pelos professores da esfera estadual, tanto em Sant’Ana do Livramento como em todo o Estado.

Os Professores estaduais gaúchos entraram em greve, nesta última segunda-feira, contra o pacote do Governador referente a reforma estrutural do estado do Rio Grande do Sul. O pacote de governo teve sua apresentação final na quarta-feira, 13 de novembro, na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul.
Vale lembrar que a Câmara Municipal de vereadores de Sant’Ana do Livramento já aprovou uma moção de repudio contra o pacote de governo, sendo encaminhada a todos os deputados estaduais e lida durante a Sessão Plenária na Assembleia Legislativa.

São oito os projetos que incluem alterações em benefícios do âmbito do magistério, forças de segurança - Brigada Militar, Polícia Civil, Susepe e IGP - e servidores civis. Segundo o governo, o conjunto de medidas é 'imprescindível para conter a trajetória de elevação das despesas de pessoal ativo e na Previdência, sendo medidas consideradas “não simpáticas, mas fundamentais” pelo governador Eduardo Leite.
Galo assegurou seu comprometimento com os professores e declarou que a Casa Legislativa irá realizar também uma mobilização de apoio aos servidores estaduais que ocorrerá em Porto Alegre em frente a Praça da Matriz, na próxima terça-feira, 26 de novembro.